Dilma terá mais de R$ 1,1 bi para publicidade

Principal concorrência é do Ministério da Saúde, com verba anual de R$ 120 milhões

Dilma Rousseff, com 56% dos votos, é a primeira mulher eleita para governar o Brasil. Ela terá pelo menos R$ 1,1 bilhão para investimentos em publicidade institucional, de utilidade pública e das empresas estatais como a Petrobras, que tem um orçamento anual de R$ 250 milhões, assim que assumir a Presidência da República em janeiro de 2011. O governo é o maior anunciante com verba líquida do País. As Casas Bahia, apontada como o que mais investe em publicidade, só sustenta essa posição na conta bruta, sem descontos, que chega a R$ 3,2 bilhões. Mas sua verba líquida é de R$ 500 milhões, equivalente a 3% do faturamento.

Este ano, devido a exigência do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que limita o gasto de comunicação na mídia à média dos últimos três anos, a verba é de R$ 903,5 milhões. No ano passado o governo reservou R$ 1,174 bilhão; em 2008 R$ 1,149 bilhão; e em 2007, R$ 1 bilhão. Normalmente, no primeiro ano de mandato, a verba costuma ser reduzida, afinal é o tempo para se rever conceitos, foco de comunicação e também de fornecedores de serviços.

A Secom (Secretaria de Comunicação da Presidência da República) revelou ao propmark que o valor proposto para publicidade institucional e de utilidade pública na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2011 é de R$ 205 milhões. A proposta foi encaminhada pelo secretário executivo da Secom, o jornalista Otoni Fernandes Jr., no mês de setembro à Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional e sua aprovação deve acontecer até 31 de dezembro. O Orçamento Geral da União para 2011 prevê R$ 967,6 bilhões, que significa que o governo reserva cerca de 1% para ações de mídia. Porém, o montante não contabiliza as receitas financeiras e investimentos de R$ 159,5 bilhões, dos quais R$ 107,5 bilhões das empresas estatais (a maior parte deles para a Petrobras R$ 91,2 bilhões), e R$ 52 bilhões para projetos públicos de governo como o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

Agências

Atualmente a conta da Presidência da República é administrada em conjunto pelas agências Matisse, 141 Soho Square e Propeg, que podem ter seus contratos revistos pelo próximo governo, afinal esse compromisso foi prorrogado até fevereiro de 2011. A três, já com briefing em mãos, disputam a preferência da Secom para criar a primeira campanha insticional do governo, resultado que deve ser anunciado nos próximos dias, segundo a assessoria de imprensa da secretaria.

Ainda não há um nome definido por Dilma para comandar a área de comunicação, atualmente sob a gestão do jornalista Franklin Martins. A Secom é dirigida pelo também jornalista Otoni Fernandes Jr. A indicação deverá ser de Antonio Palocci, o homem forte dos bastidores da campanha de Dilma e cotado para chefiar a Casa Civil, que dá as diretrizes na Secom.

A presidente eleita teve a coordenação de comunicação da sua campanha comandada por João Santana, marqueteiro que trabalhou na reeleição de Lula em 2006. Entre os publicitários que integraram sua equipe estão Alexandre Okada, para a criação dos comerciais, que está de partida para trabalhar na Europa. Marcelo Kertz, redator, e Lô Politti, diretora, que atuaram na criação dos programas de TV com o jornalista Eduardo Costa, também já estão no mercado.

Boas ideias ganham as redes.

Há algum tempo, a internet vem mudando os hábitos dos consumidores. Já é possível trabalhar, fazer compras, amizades e até namorar pela rede. Ouvimos rádio, assistimos televisão e lemos jornais. A convergência de mídias dentro de uma só encanta a todos.

A televisão continua sendo o veículo de comunicação mais forte do planeta, mas atualmente as pessoas passam mais tempo no computador do que na TV. A propaganda aproveitou essa onda e começou a criar e produzir vídeos virais para internet, alguns fazem tanto sucesso que terminam indo pra televisão. Sem custo e sem ser propaganda.

Primeiro Job – Mostre ao mercado que você é capaz…

Uma ótima iniciativa do Professor/Gente Boa/Redator Cládio Sena foi a criação do blog Primeiro Job, que tem o intuito de alavancar a carreira de (ainda) meros mortais que são os seus alunos. Com mais esse meio, é possível analisar as peças e acreditar cada vez mais que essa nova fornada de publicitarios que estão se formando são capazes de continuar elevando o nível da publicidade cearense nos próximos anos.

E no último post do blog o trabalho exposto é de dois Potozoários (Redação: Zé Luiz / Direção de Arte: Micael Robson) que, a meu ver, é muito bom. Vale a pena dar uma olhada.

Uma propaganda de cerveja como nunca se viu. Machista como sempre.

A Saatchi & Saatchi viajou numa propaganda para a marca de cervejas argentina, Andez. O vt sugere um alternativa bem tecnológica para escapar daquele velho incômodo que as namoradas adoram fazer: ligar nas piores horas. E para isso a agência criou o Teletransporte Andez, onde as pessoas podem escapar(ou pelo menos fingir) dos bares e reaparecer nos cantos mais inusitados.

Muito boa a idéia, não?

Foi dada a largada.

Acelere nesse prêmio e suba no lugar mais alto da propaganda cearense. Hoje foi dada a bandeirada no Jornal Diário do Nordeste. Esse teaser já causou os primeiros comentários do prêmio. Esse ano, a campanha é assinada pela Promosell Comunicação. Vamos acelerar e participar dessa corrida por um lugar ao sol.

2009 foi uma piada.

O ano começou numa grande crise econômica mundial, as empresas trabalhavam com o pé no freio e a mão na embreagem. Assim, até Rubinho chegava à frente. A gripe suína assustou o Brasil e o mundo. Quando a situação chegava ao fundo do poço, nosso país descobriu o pré-sal, um tesouro escondido dentro do mar. No oceano atlântico também foram encontrados alguns destroços do vôo Air France 447, entre Rio de Janeiro e Paris com 228 pessoas a bordo.

Mesmo sem entrar em campo, o Brasil conquistou a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. Fortaleza também se deu bem, foi escolhida como cidade subsede do maior evento futebolístico do planeta, essa vitória vai melhorar nossa infraestrutura, trânsito e principalmente a prostituição. Porque com vários gringos circulando com a cueca recheada de dólar, o que não vai faltar nas esquinas são garotas que atuam como profissionais do sexo e sem diploma. Os jornalistas ganharam mais um rascunho: seu certificado.

A TV digital chegou ao Brasil, mas o que continua fazendo sucesso mesmo é reality show e futebol. Ronaldo jogou a temporada no Corinthians, perdeu peso e ganhou títulos. Adriano, o imperador da Itália, voltou para a cidade maravilhosa, subiu o morro e depois caiu nos braços da torcida do Flamengo, conquistando o hexacampeonato e de quebra, a artilharia do Brasileirão. Dunga também ganhou tudo, já dizem que é melhor do que Maradona. O craque argentino conseguiu prolongar à carreira, pelo menos até a Copa com uma classificação sofrida.

Michael Jackson morre aos 50 anos, vai deixar muitos garotinhos com saudade. Patrick Swayze foi viver do outro lado da vida. O protagonista de Ghost lutou até o fim contra o câncer pancreático. O estilista e deputado, Clodovil também nos deixou. A torcida organizada do Coritiba protagonizou uma guerra na despedida do clube da elite do Campeonato Brasileiro. Obama ganhou o Prêmio Nobel da Paz. Uma aluna foi assistir aula de vestido curto levou vaias e ficou famosa. Preconceito ou sorte?

Em 2010, Luis Inácio da Silva vai inaugurar outra grande obra: Lula, o filho do Brasil. Toda estratégia de marketing e carisma do presidente, só faz aumentar seu ibope. Esse ano ele atingiu quase 90% de aprovação dos brasileiros. Mas parece que a sua sucessora, Dilma Rousseff, não agrada muito a população, o clima ficou ruim quando ela representou a nação em Copenhague. Sua presença só não foi mais apagada que o apagão, atingindo 18 estados.

E como em todos os anos, tudo termina em panetone. Vamos vestir o branco da paz. Até porque a esperança é a última que morre. Ainda tenho fé que um dia vamos nos tornar uma nação conhecida não apenas pelo futebol, mas pela organização. E não vamos achar mais graça de nós mesmo.