Vaga para estágio – Direção de Arte

Luna 9 Comunicação abre vaga para estágio na área de Direção de Arte.

Carga Horária: 20 h/semana
Remuneração: R$ 300, 00 + Transporte
Pré-requisitos: Domínio de CorelDraw ou Illustrator / Photoshop / Familiaridade com Design Gráfico.

Interessados enviar CV + Portfólio para everardo@luna9.com.br

Anúncios

Equipe da Advance doa valor do Prêmio Gandhi à Cruz Vermelha-CE

A equipe da Agência Advance, ganhadora do Prêmio Gandhi de Comunicação 2010, na categoria Publicidade e Propaganda, decidiu doar o valor da premiação – R$ 5 mil – para a Cruz Vermelha do Ceará. A campanha premiada “Missão Haiti: 1 milhão de doações” foi criada para a Cruz Vermelha numa ação voluntária da equipe.

A campanha foi uma criação de Fernando Manara, Davi Távora e Felipe Cavalcante, com atendimento de Danielle Rogés e Anna Carolina Vazzolu, planejamento de Eliziane Colares e aprovação de Darlan Evangelista, da Cruz Vermelha Ceará.

As peças incluem anúncio para impresso, rádio tv e web, busdoor e cartaz. O trabalhos foram veiculados no período de 10 a 31 de março de 2010 no jornal O Povo, Portal Verdes Mares, Rádio Liderança, TV Cidade, FM 93, e os cartazes foram distribuídos pela cidade com apoio das Farmácias Pague Menos e Extra Iguatemi.

Eliziane Colares destaca que a meta prevista pela campanha, de atingir um milhão de doações, foi superada. No total, foram 1,3 milhão, resultando em 200 toneladas de donativos. Para Fernando Manara, o Prêmio Gandhi foi, para a equipe da Advance, “uma cereja de ouro em um bolo que ganhamos ao saber que o Ceará foi o estado brasileiro que mais arrecadou donativos para o Haiti”.

Eliziane faz questão de deixar claro que o Prêmio Gandhi foi conquistado pela equipe da Advance e não da empresa. A idéia de criar a campanha surgiu da sensibilidade dos publicitários diante da situação do povo haitiano atingido por terremotos.

Por isso, Manara explica que “ficar com esse dinheiro nos tiraria um pedaço importante da imensa alegria de ter feito um ótimo trabalho sem qualquer objetivo financeiro. Preferimos, todos, ficar com a parte mais rica: a experiência pessoal e espiritual de ter ajudado pessoas que realmente precisam.” Como disse Danielle Campos, que representou a equipe na solenidade de entrega do Prêmio Gandhi. “Fizemos esta campanha voluntariamente, movidos pelo sentimento de solidariedade aos haitianos”.

Como os integrantes da Cruz Vermelha no Ceará estavam, até a última semana, envolvidos com ações em favor das vítimas das chuvas no Rio de Janeiro, Eliziane diz que ainda não está marcada a data oficial para entrega do valor do Prêmio Gandhi à Cruz Vermelha. Mesmo assim, eles pensam em repassar logo os recursos e depois realizarem uma solenidade simbólica.

Eliziane acrescenta que, além do trabalho de criação, a equipe se empenhou na articulação para conseguir apoio para execução e veiculação da campanha. Além das empresas já citadas, colaboraram a 14 Bis Filmes, a DSAN, a Celigráfica e a Linha Digital. “Foi como uma corrente do bem”, ressalta ela.

Iniciativas dessa natureza são importantes para servir de motivação a outras pessoas, lembra Eliziane. “O governo, o poder público tem responsabilidades, mas nós, a sociedade também temos que sair da nossa zona de conforto.

Temos de ter consciência do nosso papel social e puxar outras pessoas”, diz.  fonte:Agência da Boa Notícia

Ah se minha agência fosse assim…


Já pensou em trabalhar num a agência com cara de parque de diversões disfarçado de escritório?
Assim é a FESS’KOBBI , uma agência que acredita no ambiente descontraído para garantir boas ideias e fechar grandes negócios.
Foram gastos R$ 1,2 milhão em reformas pra espantar aquele ar de escritório certinho e sem graça.  Aqui umas imagens da Fess´Kobbi pra inspirar os publicitários cearenses que estão pensando em fazer aqueeela reforma na agência:

Na Sala de Reuniões:
Continue lendo

A difícil arte de criar logotipos.

Eles são os últimos a sair da agência, varam noites e mais noites e quando chega o resultado, você pensa: “quem contratou o fdp deste diretor de arte” rsrsrsrs

Aí tá algumas peças “maravilhosas” de alguns “diretores de arte”:

1 Esse mouse tá meio estranho

2 Aí era pra ser uma loja infantil, mas tá lembrando uma casa de massagem.

3 Se arrisca a levar seu filho nesse pediatra

4 Esse é de uma farmácia, mas acho que lá só vende anticoncepcional pelo logotipo.

AG407

ag407

 

foto-perfil4Em um conversa ontem pelo MSN com o Zé, ele me apresentou um site de uma agência que eu nunca tinha ouvido falar, mas que pelo vídeo de apresentação mostrou muito. A AG407 tem três anos e  não é aquele tipo de agência convencional onde as idéias são elaboradas campanhas e estratégias para os meios mais tradicionais. Ok! Ela tabalha com isso como qualquer outra agência, mas diferente ela costuma pensar o novo e agir diferentemente trabalhando com novos meios de designer e mídias. O que mais me chamou a atenção foi a Sala de Criação, pois é um mesão, como eles mesmos dizem, onde a todo tipo de profissionais: do Web Designer ao profissional formado em História.

Outro ponto que me chamou a atenção foi o modelo que a agência se coloca, diferente da grande maioria, valorizando mais o lado criativo para como usar das e idéias e como  usufruir das mídias (principalmente das alternativas). Vale a pena dar uma olhada no vídeo de  apresentação e ver por você mesmo como se dá o processo de trabalho dessa agência.

Para dar assistir o vídeo de apresentação clique aqui.

Manifesto das Utas

ze-poto2 Ao folhear algumas revistas de publicidade, tais como a About e Meio & Mensagem, me deparei com um manifesto. Porém admito que não li de cara porque estava com um prazo curto para entregar um job. Alguns dias depois, o Bruno que é já um amigo e um colega de trabalho (do setor de mídia), perguntou se eu tinha visto tal manifesto, eu disse que sim, mas que não tinha lido todo, daí ele me enviou o e-mail com as informações. Ao ler, me dei conta que isso devia constar aqui no Potó.

Pois bem, o manifesto é super atual e corajoso. Feito pela Propaganda Futebol Clube, o texto bate de frente com as agências, ou melhor “eugências” que não cobram criação. Agência que não cobra criação, como assim? Sim meus amigos, infelizmente existem donos de agência que adotam essa prática de não cobrar o que ela supostamente está vendendo, que no caso são ideias (segundo o novo tratado, sem acento agora).
Como criativo a ideia de não cobrar criação pra mim é absurda! A gente rala todo santo dia pra ter uma ideia inovadora, que saia da mesmice,  arranca os cabelos e tudo isso  pra nada?! Pura palhaçada! Ok que o mar não tá pra peixe, mas calma lá, vamos cobrar, nem que seja com um bom desconto!

Sem mais delongas vou postar o manifesto, espero que gostem, por favor comentem! O assunto é bem polêmico! O texto está logo abaixo:

manifesto

Manifesto da Utas – A Teoria

“A primeira é considerada uma das profissões mais antigas da história da humanidade. A segunda é uma ofensa, uma maneira errada de se colocar, de se posicionar e de agir. Só por aí a diferença já dá as caras.

De um lado temos um profissional. Do outro, temos um erro. Um grave erro que pode destruir nosso mercado. Transformá-lo numa orgia onde se está fodido e mal pago – quando pago.

Continue lendo

Morre o mito da Propaganda cearense: Fernando Portela

Anteontem, dia 25, morreu o Fernando Portela, um mito da publicidade cearense. Sendo um criativo ícone, Fernando Portela deixa um patrimônio publicitário imenso, além de uma legião de fãs(inclusive eu). É o tipo da pessoa que eu fico triste de não ter podido conhecer. Ele já trabalhou em algumas agências de peso, como na Mark(em sua época áurea) e Slogan e com alguns conhecidos nossos, André Nogueira e Sandra Rocha.

O clube de criação, Abap e Sinapro publicaram um anúncio hoje que eu achei genial. Muito bom mesmo, se não fosse a trágica notícia. Eis a peça.

portela1

OBS: As dimensões não estão no formato correto porque eu fiz um printscreen e não deu pra pegar tudo.