Tem macacos na rede

A 101º Macaco está de cara nova na web. Hoje, entrou no ar o novo site da agência, mais interativo, mostra os mais novos trabalhos que a Centésimo vem realizando atualizado em seu blog que também conta com colunas escritas pelos próprios criativos da agência.

Aproveite e siga a 101º Macaco no Twitter , e curta e compartilhe a Fã Page da agência no Facebook.

Macaco Oportunista

Aproveitando a  última vitória da Seleção Canarinho sobre a Seleção Italiana, a Agência 101º Macaco aproveitou a oportunidade para mostrar todo seu patriotismo  e paixão pelo esporte através desse vídeo produzido pelos próprios chegando até a “vestir a camisa” pelo time . Objetivo alcançado e bastante criativo que nos fazem desejar que venham mais gols e de todos os tipos. De cabeça… de trivela… e, principalmente, de peito…

Macacos cheios de onda

foto perfil 02Cada macaco no seu galho é coisa do passado. Agora eles vão invadir sua praia. Calma! Não estou falando de uma super população de símios e nem do retorno ao Planeta dos Macacos. Tal relação é só pra constar que mais uma vez a publicidade cearense se destaca entre as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país com a Agência 101º Macaco tendo sido a única a emplacar uma campanha no Wave Festival in Rio, um dos maiores festivais de pblicidade da América Latina.

Esse fato só vema acarretar a tamanha capacidade da criatividade da publicidade no Ceará e para mostrar que a 101º Macaco vem mostrando que é capaz de fazer um trabalho de conceito não só neste mercado.

101macaco

Parabéns a indicação, Macacos!

Entrevista do mês. Aqui você fala a vontade. Não seja curto nem grosso.

andreyAndrey Ohama já é macaco velho no cenário publicitário local (olha o trocadilho). Já no batente há 22 anos, Andrey já passou por diversas agências, dentre elas Mark, TT ML, Italo Bianchi, foi um dos sócios da Verve e hoje em dia é o homem no comando da 101º Macaco.

Com um vasto histórico que leva bastante experiência, criatividade e respaldo (através de premiações, como Colunistas de Porrada, Profissionais do Ano, Prêmio Abril, Central de Outdoor, Festival de Londres, Clio de New York entre outros ), Andrey ainda vem atuando em grande atividade no mercado local – e até em outros Estados – divulgando seu trabalho e colecionando elogios de seus clientes e respeito dentre os profissionais da área.

Com via disso, Andrey tem cartaz especial no Potó Quer Ser Publicitário desse mês de Fevereiro e junto a este fato trazemos uma entrevista com o próprio. Vejamos e conhecemos um pouco deste profissional e suas perspectivas.

Potó Quer Ser Publicitário – Andrey, você já está atuando no mercado publicitário local há mais de 20 anos. Já passou por várias agências e já desenvolveu todo tipo de trabalho na área. Contudo, nesse tempo todo, você teve algum grande obstáculo que chegou a lhe impedir ou lhe desestimular de prosseguir com seu trabalho?

 

Andrey Ohama – Antes de tudo, quem decide ser publicitário, tem que ter disposição pra enfrentar problemas. E no mercado local, são vários; verbas pequenas, o não investimento em produção, a cultura de corretagem e o maior deles: agências que não se posicionam.

 

 

PQSP – Dentre esses anos que você constituiu sua carreira no cenário local ganhando de elogios a premiações, houve alguma em especial que você possa descrever que fôra sua melhor experiência no ramo que possa ter lhe dado – além de elogios e premiações – uma valor mais tanto pessoalmente quanto espiritualmente?

 

Andrey – O melhor prêmio para publicitário tem que ser o elogio do cliente. Prêmios, na grande maioria, são os elogios da “classe”. O que também é bom, mas nem sempre significa campanhas eficientes. E aí tudo perde o sentido. A melhor experiência estou vivendo agora na 101º Macaco. É nesse modelo de agência que eu acredito. 

  Continue lendo