About gutorafael

Não sou músico, não sou escritor, não sou antropólogo, nem mestre cervejeiro ou pseudo-intelectual; sou pedestre com carro, farrista caseiro, cinéfilo de TV. Sou mais um que vai vivendo.

A Beleza Cega*

artigo escrito por Guto Rafael

Nem bem foi divulgada a lista de candidatos que concorrem à presidência e o bafafá começou antes mesmo de alguns partidos escolherem os seus. Por conta da grande “povoação” nas mídias sociais hoje em dia, os políticos também resolveram usar da ferramenta, o que acabou gerando conflitos e contradições entre os partidos e os concorrentes. Em apenas sete meses, tanto a candidata Dilma Rousseff quanto o atual Presidente Lula foram multados por propaganda antecipada. Outro que sofreu as consequências foi o vice de José Serra, Índio da Costa por propagar pelo microblog, Twitter o que pode vir a ser uma “boca de urna virtual”.

Mas tal fato já era de se esperar. Se não fossem os candidatos, seriam simpatizantes de cada. O que isso vem a mostrar é que o uso dessas mídias vem crescendo gradualmente para com fins publicitários. Por se tratar de uma ferramenta onde muitos usufruem com a finalidade de se informar e de se relacionar, e sendo umas ferramentas que não se fazem privadas, é um dos caminhos mais usados pelo mercado publicitário.

Contudo, não vim aqui com mais um comentário sobre as mídias sociais. Puxei esse assunto por estarem tratando tanto do fato de multas por propagação prematura de campanhas políticas ultimamente. Não! Esse artigo é para falar da “beleza” enganadora que cercam os candidatos e suas propostas. Deixar se cegar por essa radiante propaganda é não enxergar o bom senso. Em época de campanhas eleitorais, todos prometem e falam bonito, mas quanto mais perto do primeiro domingo de outubro, nossos candidatos começam a ladrarem e a darem mordidas uns aos outros. O que o povo mais precisa agora não é de um candidato que tenha enfeites no uso das palavras ou que beije bochechas meladas de crianças. O que o povo mais precisa é de consciência, já que a esperança deu seu último grito foi com um “Impeachment” – resquício de um “Diretas já!” de 1983-84 – em um já quase esquecido 1992, onde muitos lutavam por seus direitos. Muito longe da realidade de hoje onde vemos muitos de nossos representantes serem corruptivos publicamente e ninguém toma atitude alguma. Hoje a acomodação e o medo da violência de um movimento civil prendem os brasileiros em suas cadeiras, mas saibam que o voto tem o poder pra erguer um mundo.

* Este artigo foi retirado do blog O Mestre das lendinhas.

Um minuto de silêncio

artigo escrito por Emmanuel Brandão

A Copa do Mundo perdeu seu brilho. O que será do maior evento futebolístico do mundo sem a poesia e o charme de Armando Nogueira. Depois de cobrir 15 Copas do Mundo consecutivas, a África vai sentir falta do talento de um craque das letras e mestre das palavras.

Com textos bem escritos, ele conseguia transformar jogos sem graça em partidas memoráveis. Seu talento encantou o país do futebol. Lances incríveis foram descritos com técnica apurada, só ele conseguia retratar jogadas geniais em textos inesquecíveis.

Segunda, 29 de março, o futebol perdeu um pouco seu brilho. Depois de dois anos lutando contra um câncer no cérebro, faleceu um dos maiores ícones da imprensa esportiva mundial.

Ex-diretor da Central Globo de Jornalismo, criador do Jornal Nacional e Globo Repórter, autor de dez livros e comentarista esportivo, Armando fez escola ao longo da sua carreira, acumulando muitos prêmios e admiradores. Autor de coletâneas, crônicas, frases e pensamentos, suas ideias repercutem entre os mais novos e mais velhos.

Um jornalista de bola cheia, que marcava colado nas notícias, corria atrás das informações e tinha uma visão de jogo privilegiada. Atuando sempre de maneira ética e jogando com lealdade, o botafoguense sabia a hora certa de atacar e contra-atacar. Ao longo dos seus 60 anos de carreira, transformou palavras em gols de placas, texto em jogadas brilhantes. Ao longo da carreira, acompanhou Garrincha, Pelé, Maradona, Zico, Zidane e o começo de Neymar e Paulo Ganso. Muitos craques ainda surgirão, mas poucos jornalistas vão brilhar como Armando Nogueira, que é insubstituível.

Fotografia Publicitária – Ethi Arcanjo

Poucos são os profissionais que se destacam na área de fotografia publicitária no mercado cearense. Pouquíssimas são as agências que aderem a sua estrutura um departamento de fotografia que, na minha opinião, é uma pena, pois nesse mercado publicitária onde estamos envoltos, bons fotógrafos são um acréscimo essencial para o sucesso de uma boa campanha.

Poucos fotógrafos vêm se destacando no mercado, como é o caso de Ethi Arcanjo. Aluna da primeira turma do curso de Publicidade e Propaganda da Faculdade Católica do Ceará, Ethi vem aprimorando seu trabalho a cada dia com belas fotos que vem compondo seu portfólio. Seja fotografando moda, paisagens ou fotos artísticas, Ethi vem se mostrando uma ótima profissional se destacando ainda mais no mercado publicitário cearense.

Continue lendo

Tire seus sonhos do papel

Mais um anúncio desenvolvido pela Jangada Publicidade & Marketing. Dessa vez o anunciante é a Artepiso, uma empresa voltada para a área de revestimentos de acabamentos, como gesso, forro, divisórias, tapetes, papel-parede, persianas e cortinas, entre outros. Mas uma peça representando o trabalho que a Jangada vem realizando no mercado.

Diretor de Criação: Jorge Lima.

Criação: Jorge Lima, Mario Comelli, Andersom Fidalgo.

Pototeca 1ª Edição

Ano novo e o Potó Publicitário chega com seu mais novo repertório. A novidade dessa vez é a inauguração da nossa Pototeca, a mais nova seção do blog onde daremos dicas de livros relacionados a publicidade e propaganda. Um espaço bibliográfico que pode servir de guia para aqueles que buscam se inteirar mais sobre a prática e o mercado, ou para fazer sua coleção pessoal.

De 1ª trazemos o livro de Fernando Morais, Na Toca dos Leões.

Obra que relata sobre a criação de uma da agências mais inovadoras e criativas do Brasil: W/Brasil, e de seus sócios-fundadores Washington Olivetto, Gabriel Zellmeister e Javier Llussá Ciuret. Este livro é de fundamental importância principalmente para aqueles que estão começando na área de publicidade agora, pois entre as histórias de um e de outro podemos ver fatos que marcaram a trajetória da publicidade brasileira. Uma ótima dica de livro e uma excelente história de 3 figuras marcantes da propaganda nacional que marcaram o todo mundo de forma criativa e ousada.

Sextas no Mucuripe – Quintto Comunicação

A Quintto Comunicação colocou na praça mais uma campanha realizada para o Mucuripe Club. A da vez agora é a divulgação das sextas do Mucuripe. A campanha é de caráter institucional apresentando duas peças (outdoors) lonadas espalhadas pelos principais pontos da cidade mostram o excelente trabalho que a Quintto vem realizando no mercado publicitário de Fortaleza. As peças você confere abaixo.

Outdoor 01:

Outdoor 02:

Ficha Técnica:

Agência: Quintto Comunicação

Cliente: Mucuripe Club

Diretor de Arte: Thomaz Fernandes

Redator: Kenzo Kimura

Atendimento: Tavinho Brígido