Diário do Monógrafo! Pt. I

Bom galera, venho com esse post, também a pedido de alguns colegas, compartilhar com todos vocês o meu processo de elaboração da monografia para conclusão do curso. É final do ano eu me formo! Beleza, não?! =]

Pois bem. Já venho pensando nessa monografia, se não me falha a memória, a mais ou menos dois ano ou um ano e meio. Na metade do curso, basicamente, que eu comecei a pensar no que eu poderia escrever. Comecei a me perguntar o que realmente eu gostaria de escrever por horas, dias e meses sentado na frente do pc. A única coisa que me veio à cabeça e me fez decidir entrar no mundo da monografia foi a música. Sempre escutei música. Desde muleque, lá em Belém eu já escutava música, até mesmo os carimbós do Pinduca e os technobregas que rolavam solto.

Então decido finalmente eu decidi sobre o que eu escreveria, lembrando que isso foi a um ano e meio atrás. Aí eu já fui articulando sobre o que eu poderia encaixar o lance da música com o lance de comunicação social, mais precisamente, a publicidade. Comecei a conversar com professores muitos deles me davam idéias, mas sempre eu achava que não era aquilo o que eu queria mesmo. Conversa vai, conversa vem, e chega o penúltimo semestre da faculdade. 7º semestre e a cadeira de “Método de Pesquisa em Comunicação” chega com o Eduardo Neto já querendo saber sobre o que a gente queria escrever. =P Aí eu comecei a conversar com o Ismar sobre o que eu realmente queria escrever e decidimos que eu escreveria sobre algo que relacionace música com a indústria cultural. Ok, mas eu queria uma coisa revolucionária, fodona! Decidi que na minha monografia eu iria escrever sobre a relação da maior banda de havy metal de todos os tempos, o Iron Maiden, com a indústria cultural. Como se dá essa relação de uma banda de heavy metal, cuja filosofia é “remar contra a maré” ou de contra-cultura com os meios de massa que visam basicamente o lucro. Foda, não? Foda é muito complicado porque toda a bibliografia que eu teria que ler era em inglês e não tinha como eu ler todos os livros a tempo de escrever e apresentar a monografia. Ficou inviável, mas eu continuava com a idéia de música e indústria cultural.

Mais conversas com o Ismar para decidir sobre o que eu poderia escrever. Só que um dia, indo pra faculdade, começou a tocar uma música no som do carro. Era a “Terceira do Plural” dos Engenheiros do Hawaii. Na hora, foi engraçado, porque eu tava parado no cruzamento e olhei pra fora pela janela e falei pra mulher do carro ao lado “Isso dá uma monografia!”, hueheuheuhe, abriu o sinal e eu cheguei na faculdade e falei com o Ismar sobre a música e ele disse que dava pra escrever e encaixar o tema com a banda. Finalmente eu decidi sobre o que eu iria escrever. Uma análise da Indústria Cultural tendo como base as letras de músicas dos Engenhehiros do Hawaii!

Falei com o Eduardo sobre o tema e ele, também, disse que era viável. Fechado e afunilado o tema comecei a escrever o projeto.

Pro projeto eu li basicamente dois livros do teórico jamaicano Stuart Hall que estuda as identidades culturais e é pioneiro nos estudos culturais, além, de ler sobre os teóricos da comunicação como Horkheimer e Adorno. Projeto pronto, aprovado e chegam as férias.

Pow, eu tava cansadão nessas férias! Tirei uma semana direta pra não fazer, literalmente, nada. Pra dizer que fiz alguma coisa, eu dormi muito, mas muito mesmo! A priguiça tomou conta de mim. =P

Na segunda semana de férias, eu fiz o pedido dos livros que eu iria precisar ler. Eu já havia escolhido meu orientador e ele já me passara o que eu precisaria ler nas férias. Foram uns seis livros só sobre teoria e mais uns quatro sobre o rock nacional dos anos 80. Pedido feito e eis que os Correios entram em greve! Foda, não!? Pois é. Passaram-se as férias e os livros só chegaram uma semana antes do inicios das aulas. Eu tava desesperado porque não tinha lido nada! O Ismar, meu orientador, ia me lascar e me dar uns cagaços porque não tinha lido nada!

Ultimo semestre. Primeira orientação! Cheguei na sala e já fui logo dizendo que não tinha lido nada por causa da greve dos Correios. Não levei cagaço, mas o medo de não conseguir escrever tomou conta. Fizemos o sumários de como seria a minha monografia. Ficou assim:

Capítulo 1 – Trajetória da banda de rock Engenheiros do Hawaii.

-História do Rock Nacional.

-História do Rock Gaúcho.

-História dos Engenheiros do Hawaii.

Capítulo 2 – Engenheiros do Hawaii como subversão.

-Letras questionadoras.

-Atitudes de subversão.

-O que é subversão.

Capítulo 3 – Subversão dos Engenheiros do Hawaii como uma identidade pós-moderna.

Finalizado o sumário. Comecei a ler os livros e como ainda não tinham chegado os livros sobre o rock nacional dos anos 80, decidimos que começaria a monografia pelo capítulo 2!

Comecei a escrever sobre as letras questionadoras e foi fluindo. Achei fácil e tal. Enviei por e-mail pro Ismar e ele disse que tava legal, mas tinha, que mudar muita coisa! huehueheuhe Balde de água fria. Daí em diante eu entrei em pane. Não conseguia escrever nada. Foram dois encontros de orientação que eu não levei nada produzido. O Ismar começou a soltar piadinhas do tipo “É meu velho, daqui pro semestre que vem a gente termina essa monografia!” hueheuhe. Aí eu conversei com ele disse que tava meio desesperado porque não queria reprovar e finalmente comecei a escrever. Fiz um capítulo em 3 dias! Capítulo 1 pronto! Show de bola!

Agora faltam exatos dois meses e meio para a defesa da monografia. Não tô desesperado, porque sei que no rítimo que tô indo dá pra fazer tranquilo.

Uma dica que eu deixo aqui pra galera que ta começando a pensar é que decidam rápido o que querem escrever, comecem a ler o quanto antes e o maior numero possivel de livros sobre o tema, além, de ficha-los. Vai ajudar e muito! E sorte também pra não ter outra greve de Correios e os livros não atrasarem.

Essa 1ª parte foi maior porque tinha que contar como tudo começou. O próximo vai ser mais leve! heuheuheu

Saudações Monográficas!

P.S.: Desculpar se conter algum erro de ortografia. =]

10 respostas para ‘Diário do Monógrafo! Pt. I

  1. Pois vá logo fazendo isso q eu escrevi no post…decida logo o q vai querer escrever, compre ou xerque o q vc vai ler, fiche os textos e se possivel já escolha seu orientador e faça o sumário, além, é claro, d vc fazer o projeto pra ter ideia de qual seu objetivo. Com o sumário pronto e tendo lido já alguma coisa tu ja começa a escrever o capitulo 1 tranquilo e manda logo pro teu orientador olhar e ler.

    Fazem da monografia um bicho de sete cabeças mas no final é só vc sentar na frente do PC e escrever sobre o que vc gosta. Simples!

  2. Excelente post. Não importa se foi longo, mas q esclareceu e compartilhou.
    Importante destacar q dificuldade todos teremos. Eu to fazendo a cadeira com o Eduardo, de Pesquisa em Método de Comunicação. Ele ressaltou uma coisa q me tranquilizou: “Esse momento é o mais difícil.” Realmente, tive dificuldade pra começar a desenrolar o projeto. Ja tenho a primeira parte definida.
    No entanto, preciso mais de momentos que apontem para uma certeza cada vez maior sobre o tema, como este: “olhei pra fora pela janela e falei pra mulher do carro ao lado “Isso dá uma monografia!”

  3. Nossa sua monografia é foda mesmo!
    Parabéns, você realmente é muito criativo.
    Se você tiver um tempinho, umas sugestões de livros desse tema.
    Obrigada.

  4. Ae!

    Sugestões de livros eu tenho algumas que já li. Basicamente pro capitulo 1 eu li livros e vários artigos na internet sobre o cenário do rock nacional e sobre o rock no Rio Grande do Sul. A parte da história dos Engenheiros do Hawaii eu li no site oficial da banda e pesquisei mais na internet em artigos.

    Na parte 2 do “Diário do Monógrafo” eu vou postar a bibliografia, até o momento, do que eu já li e pesquisei.

    Vlw!

  5. Adorei o seu tema… queria saber se vc tem como me mandar algum material…. sou estudante de historia e no momentp quero fazer um trabalho, utizando enghaw como base…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s